Famílias Acolhedoras – Instituto Fazendo História

Família acolhedora é uma política pública que garante o direito à convivência familiar e comunitária de crianças e adolescentes separados de suas famílias. O serviço do Instituto acolhe bebês entre 0 e 3 anos em famílias voluntárias e essa proposta vem de encontro com um olhar específico para a primeira infância em acolhimento.

Organização que tem como missão colaborar com o desenvolvimento de crianças e adolescentes em experiência de acolhimento, a fim de fortalecê-los para que se apropriem e transformem suas histórias.

O IFH defende: “trabalhamos para que nenhum bebê seja institucionalizado. Caso precisem de acolhimento, que seja em famílias acolhedoras.”

O acolhimento é uma medida de proteção prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente para casos de violação ou ameaça dos direitos das crianças e adolescentes. Existem diferentes modalidades de serviços de acolhimento, que podem ser: abrigos institucionais, casas lares ou famílias acolhedoras. São cerca de 37.000 crianças e adolescentes em todo Brasil.

Parceria com o ISK:

Apoio ao projeto Famílias Acolhedoras – Serviço de acolhimento para crianças de 0 a 3 anos em famílias voluntárias formadas e supervisionadas, até sua reintegração à família biológica ou adoção.

Serão realizados 2 seminários de formação com 10 instituições (abrigos) para aprimoramento na metodologia de famílias acolhedoras, além de desenvolvimento de “kits de formação” que serão distribuídos nos seminários.

 

Realizações: 

Produção de 500 kits de formação em Famílias Acolhedoras para distribuição na rede.

Seminário sobre Acolhimento Familiar para formar equipes interessadas em Serviço de Acolhimento Familiar (ONGs e prefeituras). Os encontros foram divididos em dois momentos: 28 e 29 de maio, com a presença de 54 participantes e 25 e 26 de junho com a presença de 45 participantes. Compareceram 14 instituições de 9 cidades do Estado de São Paulo.

Dois municípios, Osasco e Guarulhos, foram escolhidos para receberem a formação por 12 meses pelo Projeto, além da supervisão da implantação do programa no município.